Setembro: Mês da prevenção da Fibrilação Atrial

A Heart Rythm Socitey elegeu o mês de Setembro para ser o mês da prevenção contra a Fibrilação Atrial. O objetivo é aumentar o conhecimento público desse problema, explicando os sintomas, complicações e tratamentos disponíveis.

O site é realmente muito interessante, como uma série de links sobre assunto com temas voltados tanto para pacientes quanto para médicos. Quanto mais informações tivermos disponível sobre o assunto melhor.

http://www.hrsonline.org/News/AF-awareness/

Categorias: Arritmias | Tags: | 2 Comentários

Navegação de Posts

2 opiniões sobre “Setembro: Mês da prevenção da Fibrilação Atrial

  1. fabricio lima

    ola amigo sou de macaé/rj tenho 37 anos e conheci seu blog pela net. fiquei tres dias no cti por causa de uma fibrilaçao e estou hoje em casa apavorado achando que posso ter isso a qualquer momento novamente, o que voce me recomenda foi me receitado um betabroqueador qual suas sugestoes para um marinheiro de 1 viagem

    • Ola Fabrício, minha intenção com meu blog foi exatamente a ajudar outras pessoas que tenham o mesmo problema que eu. Queria formar um grupo de pessoas no Brasil com o problema específico de fibrilação atrial, já que existem muitos outros tipos de arritmia.

      Eu não sou médico, mas o que eu posso te dizer, é que cada pessoa reage diferente aos mesmo problema. Cada organismo é diferente. Você teve que ser revertido com choque, ou só o medicamento foi suficiente?

      O que eu te aconselho é procurar um bom cardiologista, o ideal mesmo seria procurar um eletrofisiologista que são especialistas no assunto. Eu tomo betabloqueador há 5 anos e ultimamente tenho fibrilação atrial todo dia, mas já estou ficando menos preocupado, pois fiz todos os exames e o meu coração é estruturalmente normal, então no meu caso, a fibrilação atrial é benigna. Novamente frizando, “no meu caso”, cada um é diferente, fiz uma série de exames e todos foram normais.

      Fico sempre com medo da fibrilação voltar, principalmente à noite, é uma sensação bastante desagrádavel, parece que o coração vai pifar em seguida… E tem gente que nem sente a fibrilação, no meu caso, ela é bastante sintomática, chego inclusive a ficar com o peito dolorido quando ela pega pra valer. Mas como todos os médicos que eu fui (sim fui em vários) falaram para não me preocupar, então tento desligar, mas confesso que é difícil.

      O negócio é viver uma vida saudável, eu estou no meu peso ideal, exames de sangue em dia, não fumo e não tomo nem uma gota de álcool, além de praticar exercícios físicos. Existem diversos desencadeadores da fibrilação, o álcool é um deles.

      Para uma possível cura da fibrilação existe um procedimento chamado ablação, pretendo falar mais no meu blog sobre isso, mas resumidamente, o médico entra com um cateter pela virilha e vai até seu coração para “queimar” os focos da fibrilação. Parece assustador, mas sei de muitas pessoas que fizeram e que hoje estão bem. Mas também sei de casos que não deu certo. Então, por enquanto eu estou descartando esse procedimento.

      Qualquer dúvida entra em contato e continue seguindo o blog, pretendo colocar mais informações sobre o assunto que vou pesquisando pela Internet, além de postar experiências pessoais com esse problema. Abraço!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: