Prolapso da válvula mitral

O que é?

Problema cardíaco no qual a válvula que separa as câmaras superior e inferior do lado esquerdo do coração não fecha apropriadamente.  Na maioria dos casos é inofensivo, e os pacientes geralmente não sabem que têm o problema. Em torno de 10% da população têm alguma forma menor, insignificante de prolapso da válvula mitral, mas isso normalmente não afeta seu estilo de vida. Em um dos exames que fiz apareceu esse problema, mas como todos médicos dizem ser inofensivo, não me preocupo com isso.

Esse problema da válvula mitral pode provocar arritmias cardíacas.

Causas

Frequentemente afeta mulheres magras que podem ter pequenas deformidades da parede torácica, escoliose ou outros distúrbios.

O prolapso da válvula mitral está associado a alguns distúrbios do tecido conjuntivo, especialmente a síndrome de Marfan. Outras condições incluem:

  • Síndrome de EhlersDanlos
  • Osteogênese imperfeita
  • Doença renal policística

Sintomas

  • Percepção dos batimentos cardíacos (palpitações)
  • Dor no peito (não causada por doença das artérias coronárias ou um ataque cardíaco)
  • Dificuldade para respirar depois de atividade
  • Cansaço
  • Tosse
  • Deficiência respiratória quando se está deitado (ortopneia)

Tratamento

Na maior parte do tempo não há (ou há poucos) sintomas, sendo o tratamento desnecessário. Mas se for necessário seguem algumas opções:

  • Substituição da válvula mitral
  • Drogas antiarrítmicas ajudam a controlar batimentos cardíacos irregulares.
  • Diuréticos ajudam a remover o excesso de líquido dos pulmões.
  • Propranolol é ministrado para palpitações ou dor no peito.
  • Anticoagulantes ajudam a prevenir coágulos de sangue em pessoas que também tenham fibrilação atrial.

Referências

  • American College of Cardiology/American Heart Association. ACC/AHA 2006 guidelines for the management of patients with valvular heart disease. A report of the American College of Cardiology/American Heart Association Task Force on Practice Guidelines (writing committee to revise the 1998 guidelines for the management of patients with valvular heart disease). J Am Coll Cardiol. 2006;48:1-148.

  • Nishimura RA, Carabello BA, Faxon DP, Freed MD, Lytle BW, O’Gara PT, et al. ACC/AHA 2008 guideline update on valvular heart disease: focused update on infective endocarditis: a report of the American College of Cardiology/American Heart Association Task Force on Practice Guidelines endorsed by the Society of Cardiovascular Anesthesiologists, Society for Cardiovascular Angiography and Interventions, and Society of Thoracic Surgeons. J Am Coll Cardiol. 2008;52:676-685.

  • Karchmer AW. Infective endocarditis. In: Libby P, Bonow RO, Mann DL, Zipes DP, eds. Braunwald’s Heart Disease: A Textbook of Cardiovascular Medicine. 8th ed. St. Louis, Mo: WB Saunders; 2007:chap 63.

Categorias: Uncategorized | 2 Comentários

Navegação de Posts

2 opiniões sobre “Prolapso da válvula mitral

  1. jose roman

    Queridos companheiros desse infortnio; sofro de FA ha pelo menos 20 anos.At agora no me adapto ao efeito colateral de bloqueio do medicamento.Tomo um comprimido pela manh e outro a noite. Vocs tem alguma dica de como evitar esses sintomas ?Abraos a todos e aceitem meu sentimento de solidariedade a quem passa por esse calvrio.Roman

    Date: Mon, 10 Jun 2013 22:02:04 +0000 To: r.lconsult@hotmail.com

    • Ola Roman, para aquelas pessoas que os remédios não estão mais ajudando, a única alternativa parece ser o procedimento de ablação. Eu já estou indo para esse estágio. Você tem episódios diários a 20 anos ou são esporádicos?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: