Mais de 30 mil visualizações no Blog

Olá pessoal, hoje estava dando uma verificada nas estatísticas do blog e já passamos de 30 mil visualizações desde o primeiro post em Julho de 2011. Até o momento foram feitos 49 posts e mais de 500 comentários.

Espero estar ajudando de alguma forma as pessoas que tem, ou que tiveram, em algum momento de sua vida, a fibrilação atrial.

O blog têm me ajudado muito a entender essa doença e também as alternativas de tratamento. Minha única esperança de cura é a ablação por radiofrequencia já que os remédios não estão mais fazendo efeito.

Normalmente tenho um episódio de fibrilação por dia que dura de 4 a 12 horas, ou seja, muitas vezes fico metade do dia fibrilado (geralmente à noite durante o sono). Durante a fibrilação atrial o meu ritmo cardíaco não se eleva muito, ficando entre 75 e 90 batimentos por minuto. Quando não estou fibrilado meu coração bate 60 vezes por minuto, tudo isso devido a amiodarona.

É difícil se acostumar e conviver com o problema da fibrilação atrial. A agonia de estar fibrilado é terrível, e acaba gerando um desgaste físico e mental muito grande. A minha fibrilação é do tipo paroxística, ou seja, ela começa e termina espontaneamente. Já ouvi relatos de pessoas que tem a fibrilação permanente na qual o coração nunca volta ao ritmo normal (sinusal) e falam que se acostumaram com essa condição.

Sei que muitos leitores deste blog já fizeram o procedimento de ablação e hoje estão curados. Esse ano farei a minha se tudo der certo. Acho que pior do que está não fica. Já perdi o medo do procedimento, a maioria das pessoas falam que é super tranquilo, e que quando acordam da anestesia já estão se sentindo super bem e o mais importante: no ritmo sinusal. Meu único receio é que eu caía nos 15-20% dos que não resolve e tem que repetir o procedimento. Bom, para falar a verdade, o meu receio mesmo é que meu coração perca essa capacidade de reverter sozinho a fibrilação atrial se ela voltar eventualmente. Deve ser um pouco de paranóia minha, pois se estou fazendo o procedimento é para buscar a cura do problema. Também já estou tomando remédios para esse problema há quase 10 anos e a chance de parar com os remédios em caso de cura é grande. Daí vêm meu novo receio, e se a fibrilação atrial voltar após um certo tempo sem medicamentos? Paranóia de novo, eu sei, mas não quero sentir novamente aquele mal estar que tive na minha primeira fibrilação quando meu coração passou dos 200 batimentos e a sensação de desmaio e morte iminente.

Bom, por hoje era isso, obrigado a todos por fazerem parte desse blog.

Rapidamente, voltando as estatísticas… só para terem uma ideia do alcance do blog, ele já foi acessado em diversos países, vejam no mapa. Muito obrigado!

estatisticas

Categorias: Uncategorized | 2 Comentários

Navegação de Posts

2 opiniões sobre “Mais de 30 mil visualizações no Blog

  1. LFE esse blog é encorajador e informativo.Fui ao cardio perguntei um monte de coisas sobre FA,remédios e etc… e o meu cardio me disse que eu era inteligente.Falei com ele sobre o blog e sobre o grupo do facebookhttps://www.facebook.com/groups/220534538002670/?fref=ts esse grupo é sobre arritmia é muito bom.Enfim o blog é otimo Sempre que posso estou pra aprender e se puder para ajudar.Amei o novo post de cima é de muito bom gosto.

  2. Daniel Olivier

    Bom… O que tenho para comentar sobre isso é que hoje, após 64 dias de Ablação, estou me sentindo muito bem. Não tive nenhuma crise de fibrilação mesmo iniciando minha atividade esportiva gradualmente (só tinha quando praticava esporte).
    O que me foi “vendido” pela equipe do Dr. Pachon foi que, além do procedimento corretivo da fibrilação eles fazem também o preventivo, isto é, cauterizam onde não há arritmia mas que possivelmente começaria a ter. Com isso, o percentual de sucesso foi de 90% e “comprei” essa idéia.
    Dia 03/02/2015 farei um Holter para verificar como estou e, dependendo do resultado, para com os remédios (Selozok e Xarelto).
    Se a questão é medo do procedimento, confesso que também tive mas, após ter ficado 5H e meia em cirurgia digo que foi muito de boa.
    Encorajo a todos fazerem pois o resultado, para mim, até agora, foi perfeito.
    Como prometido, vou escrever no blog periodicamente para contribuir com todos que sofrem do mesmo problema.
    Abs a todos.
    Daniel.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: