Espasmos hipnagógicos e fibrilação atrial

Espasmos hipna o quê??? E isso o que tem a ver com a fibrilação atrial? Não sei se existe alguma relação, mas vou relatar aqui o que me acontece muito seguidamente. Primeiro vamos ver o que é o espasmo hipnagógico.

Sabe quando você está pegando no sono e de repente sente o corpo dar um pulo ou sente que estivesse caindo? Esse pulo ou susto é chamado de espasmo hipnagógico em referência ao estado de mesmo nome — que é o período de transição entre a vigília e o sono — e produz um movimento muscular involuntário.

Segundo o Live Science, os espasmos musculares podem ocorrer espontaneamente ou podem ser induzidos por som, luz ou outros estímulos externos. Algumas pessoas relatam espasmos hipnagógicos acompanhados de alucinações, sonhos, sensação de queda, luzes brilhantes ou barulhos vindos de dentro da cabeça.

Esses espasmos do início do sono são bastante comuns, sendo que algumas pesquisas sugerem que 60 a 70% das pessoas os têm. Muita gente pode ser acometida pelos espasmos noturnos, mesmo sem saber, pois muitas vezes as contrações são facilmente esquecidas, especialmente se elas não acordam a pessoa.

Por que ocorre?

Alguns cientistas acreditam que certos fatores, como o stress, a ansiedade, a fadiga, a cafeína e a privação de sono, possam aumentar a frequência ou a gravidade dos espasmos hipnagógicos, mas ainda faltam pesquisas mais conclusivas sobre o assunto. Apesar de não ter um motivo principal pelo qual o fenômeno ocorre, os pesquisadores têm algumas teorias.

Uma hipótese diz que os espasmos são uma parte natural da transição do corpo da fase de alerta para a do adormecer, ocorrendo quando os nervos têm uma “falha de ignição” durante o processo.

Outra ideia popular tem uma abordagem mais evolutiva para os espasmos hipnagógicos, explicando que eles são um antigo reflexo primata para o relaxamento dos músculos durante o início do sono.

Alguns acreditam que a alma está se desprendendo do corpo para uma viagem durante o sono e volta muito rapidamente quando acordamos. Tem um texto muito interessante nessa página.

Dessa forma, o cérebro interpretaria essencialmente o relaxamento como um sinal de que o primata dormindo está caindo de uma árvore, fazendo com que os músculos reajam rapidamente. Até que faz sentido. E você, tem sempre esses espasmos quando está caindo no sono?

E a fibrilação atrial onde entra nessa história??

No meu caso tenho seguido esses espasmos e nem sabia que tinha um nome para isso. À noite, quando sobra um tempinho, eu gosto de assistir televisão. Normalmente já é bem tarde da noite (quando a TV está liberada… quem tem filhos pequenos vai entender) e me deito no sofá.

O que acontece é que muitas vezes eu dou aquela “dormidinha” e daí surgem os tais espamos. Não é sempre que acontece, mas quando ocorre, o coração fica disparado devido ao tal susto. Normalmente parece que estou caindo em buraco profundo e demora um tempo para passar esse efeito, e  então a queda parece bem grande. Esse disparo do coração, no meu caso, quase sempre leva a mais um episódio de fibrilação atrial. Algumas poucas vezes ele passa rápido, mas na maioria tenho que ir dormir sabendo que já estou fibrilado. É um pesadelo às avesas.

Agora é a vez de vocês contarem as suas experiências.

Categorias: Uncategorized | 1 Comentário

Navegação de Posts

Uma opinião sobre “Espasmos hipnagógicos e fibrilação atrial

  1. Hosana Lopes

    Eu tenho quase toda a noite mas graças a Deus não fibrilo.Mas dá uma sensação estranha no coração ,parece um susto e você volta derrepente pra terra .

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: